Abrir menu principal

Fabulas de Esopo/O Gallo e a Perola

< Fabulas de Esopo

O Gallo e a Perola
por Esopo
Texto publicado em Fabulas de Esopo.


Andava o Gallo esgravatando no monturo, para achar migalhas ou bichos que comer, e acertou de descobrir huma pedra, então: O’ Pedra preciosa, ainda que em lugar sujo, se agora te achara hum discreto Lapidario, te recolhera; mas a mim não me prestas: mais caso faço de huma migalha, que busco para meu sustento, ou dous grãos de cevada. Dito isto, a deixou, e foi por diante esgravatando para buscar conveniente mantimento.


MORALIDADE.


Os necios, despresando os documentos proveitosos e doutrina moral, que debaixo das Fabulas se encobre, fazem o que fez este Gallo; buscão cousas baixas, cevada e migalhinhas; convem a saber, a casca das cousas, e as historias deste Livro, e despresão a pedra preciosa da doutrina, que nellas Esopo nos quiz ensinar. Para que nós não sejamos do numero destes, vamos de cada Fabula tirando huma lição moral, tocante ao bom governo de nossa vida.