La donna è mobile

La donna è mobile
por Giuseppe Verdi
Aria do terceiro ato da ópera Rigoletto criada por Giuseppe Verdi. Leia mais sobre La donna è mobile na Wikipédia.

Este texto foi traduzido para a Língua Portuguesa através dos projetos de traduções colaborativas. Ele, todo o trabalho editorial e de diagramação envolvido, encontram-se licenciados sob os termos da GNU Free Documentation License e CC-BY-SA 3.0. É possível ver seu(s) tradutor(es) e colaborador(es) ao clicar na aba Histórico, acima do conteúdo.


A mulher é volúvel
Qual pluma ao vento,
Muda de palavra
E de pensamento.

Sempre um amável,
Gracioso rosto,
Em pranto ou em riso,
É mentiroso.

Refrão

A mulher é volúvel
Qual pluma ao vento,
Muda de palavra
E de pensamento.

É sempre miserável
Quem a ela se entrega,
Quem lhe confia
O incauto coração.

Mas nunca se sente
Feliz a pleno
Quem naquele seio
Não saboreia amor!

Refrão

A mulher é volúvel
Qual pluma ao vento,
Muda de palavra
E de pensamento.