Não queiras, Lídia, edificar no spaço

(Não queiras, Lídia, edificar no spaço)
por Ricardo Reis
Texto publicado por Fernando Pessoa na primeira edição da revista Athena, outubro de 1924, p. 19-24.
HSArchive.svg A Wikisource possui mais versões deste texto


Não queiras, Lídia, edificar no spaço
Que figuras futuro, ou prometer-te
Amanhã. Cumpre-te hoje, não sperando.
   Tu mesma és tua vida.
Não te destines, que não és futura.
Quem sabe se, entre a taça que esvazias,
E ela de novo enchida, não te a sorte
   Interpõe o abismo?