Abrir menu principal

O grande sonho (grafia original)


O grande sonho
por Cruz e Sousa
Poema agrupado posteriormente e publicado em Ultimos Sonetos (1905).
Texto com ortografia atualizada disponível em O grande sonho (grafia atualizada).



Sonho profundo, ó Sonho doloroso,
Doloroso e profundo Sentimento!
Vae, vae nas harpas tremulas do vento
Chorar o teu mysterio tenebroso.

       5Sóbe dos astros ao clarão radioso,
Aos leves fluidos do luar nevoento,
Ás urnas de crystal do firmamento,
Ó velho Sonho amargo e magestoso!


Sóbe ás estrellas rútilas e frias,
       10Brancas e virginaes eucharistias,
De onde uma luz de éterna paz escórre.

N'essa Amplidão das Amplidões austéras
Chora o Sonho profundo das Espheras,
Que nas azues Melancholias mórre...