Página:A Bella Madame Vargas.djvu/26

18
a bella madame vargas
José 

Não sou como os outros, barão. Ha muito tempo guardava em segredo o meu amor. Só depois de pensar muito, declarei-me. E quando pedi a mão de Hortencia, ella estava commovida, o seu olhar foi tão profundo, que nunca mais esquecerei esse instante immenso.


belfort 

Pobre Hortencia!


José 

Não acha que se enganava?


belfort 

O amor vem quando menos o esperamos. Para quando o casamento!


José 

Espero hoje falar a minha mãe. Sou maior, formado como toda a gente, possuidor de uma fortuna não pequena. O casamento será logo que queira Hortencia. Procurarei ser apaixonado mas amigo.