Página:Colombo - poema.djvu/19


MANOEL DE ARAUJO PORTO-ALEGRE

Barão de Santo Angelo




Manoel de Araujo Porto-Alegre, o poeta artista que soube manejar com igual mestria o pincel do pintor e a penna do elegante escriptor e do poeta inspirado, veiu á luz do dia na então villa e hoje cidade do Rio Pardo, provincia do Rio-Grande do Sul, em 29 de Novembro de 1806.

Descendia de uma honrada e distincta familia da provincia de seu nascimento, a que pertencem os actuaes visconde de Pelotas e barão de S. Nicolau. Foi o nome de que primeiro usou — Manoel José de Araújo — e com elle matriculou-se nas aulas de preparatórios que então havia em Porto-Alegre.

Ao tempo da independencia, já adolescente e patriota, por influencia do Juiz de Fóra que trocára o cognome de