Página:Espontaneidades da minha alma.djvu/101

— 101 —
Á MINHA TERRA!


(NO MOMENTO DE AVISTA-LA DEPOIS DE UMA VIAGEM.)


DEDICAÇÃO
AO MEU COMPATRIOTA O ILLM.° SR.
Joaquim Luiz Bastos.

De leite o mar — lá desponta
Entre as vagas sussurrando
A terra em que scismando
Vejo ao longe branquejar !
É baça e proeminente,
Tem d’Africa o sol ardente,
Que sobre a areia fervente
Vem-me a mente acalentar.

Debaixo do fogo intenso,
Onde só brilha formosa,
Sinto n’alma fervorosa
O desejo de a abraçar:
É minha terra querida,
Toda d’alma , — toda — vida, —
Qu’entre gozos foi fruida
Sem temores, nem pesar.