Abrir menu principal

Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/213

205
ESPUMAS FLUCTUANTES


CANÇÃO DO BOHEMIO


(rECITAVO da « MEIA HORA DE CYNISMO»)

COMEDIA DE COSTUMES ACADÉMICOS

Musica de Eniilio do Lago.

Que noite fria! Na deserta rua

Tremem de medo os lampeòes sombrios.
Densa garoa í′az fumar a lua;
Ladram de tédio vinte càes vadios.

Nini formosa! por que assim fugiste?
Embalde o tempo á tua espera conto.
Não vês, não vês?... Meu coração é triste
Como um calouro quando leva ponto.

li