Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/35

VII

Ao meio dia Frederico e Juca estavam vendo um enorme arrozal que acompanhava as sinuosidades de um riacho. Frederico contemplando a face encrespada daquelle mar verde e sussurrante, sentio o peito cheio de paixão pela mãe do Juca. Teve vontade de fazer como o barbeiro do rei Midas : dizer o seu segredo ao arrosal para que elle o repelisse ás brincadoras virações da tarde. Um calor dissolvente murchava as purulentas folhas das beldroegas. Em uma volta do riacho havia uma frondosa sanandúba, que por largo espaço atirava a sombra de seus ramos viridentes e protectores. A humanidade serena e recolhida, e o cheiro enebriante dos melões, derramavam no'ar umas sensualidades agrestes.

De volta para a fazenda passaram por um atalho onde moravam uns antigos campeiros da casa. Ahi parados, o Jucá perguntou à velha Josepha :