Página:Leal consselheiro.djvu/75


soo? por estar peassando achaua mu? cont?a?ro, p� 9ue auoontade, per uezes me dem?daua. Das uiaadas, ou per meu costume, ?u? ass? re?ido, 9ue nunca del- las ache? grande mudameato. E/?er uezes comma quellas que os fisicos chainare manencoricas? e nom me faziam for?a, potera mu?to nora as busnun. Eobeo uer dau?a senti que faz pera tal door? em?ec?mento, mas ou?nho b? augundo entendo 9ue he me]ho? que ossein augua, posto que os fisicos sobresto mais uem, nora conhec?do que per el nuaca uyram ap?rf?i. ta cora, mas pot ?mbar�oent?ader �az oco?a?om nora sentit tam ?o a9uel cu?dado 9ueo mais ment? Eaoutros 9ue corn aSeuedice sore do conto quelles 9ue per ledic? se t?rnam bu?ios, ou ca?s por clue acidentalmente recebem tal prazer, ou abe- ?amento ?1os sentydos pera nora padecer tanta tristeza, como pera pecluen? spa?o logo tornam assentir tanla myngua dacluel ujnho, ? como costrangidos, tomato ael detal guisa, que onde se coydam curar dehu?t jnfir- midade? cae na seruydo?e da beuedice, per clue se perdem muytos alas aimas, e corpos, e fazendas. Po- tera defazer tal cousa clue seia digna derreprehenssom, acluem tern deseio debem uyuer, nora menos clue ca- dahu?t das cousas principaaes em este caso.traz em- peecimento. Eporem segundo meu juyzo detoda cous? real feita, clue ouue tal sentimento se deue guardar, e nunca per consselhos defisicos, ou doulra pessoa, nero deseio clue aja, queyra fazer pecado, nero se ue- zar amaao,custume, por penssar que pera esto lhe ?era remedio, por que do/?yuer bern, e uirtuosamente em geeral, boa maneira serreceb? grandes dous be?s Pri- meiro que nosso'senhor aos semelhantes prouee mais de sua rata. Segundo clue sempre uiuem em reelhot g . . speran?a cluepera todos ca,sos de tr?stezas e nojos muyto presta Eo dicto Rey meu senhor e padre, cuja alma deos aja, per cinquo ?nos desto roy mujto sent. i- do, auendo principal fundamento pot hu?t cadella