Página:Os Vilhancicos.pdf/16

12 : OS VILHANCICOS :

GLÓRIA — Fr. Gabriel da —, da Ordem de S. Bernardo, cujo instituto professou em 1663. Temos dêle — Vilhancicos para as festas de Christo, Nossa Senhora e Santos, que se celebram no Real Mosteiro de Alcobaça.

JERÓNIMO (S.) — Fr. Francisco de —, Mestre da Capela do Mosteiro de Belém e natural de Evora. Professou a 25 de novembro de 1728 e escreveu: Motetes e Vilhancicos para diversas ocasiões.

JESUS — Fr. António de —, Trinitário, professor de música na Universidade até á sua morte em 1682. Há dêle — Vilhancico á Natividade de Nossa Senhora. A letra era de D. Francisco Manuel de Melo (Obras Métricas, Avena de Terpsicore, t. 26, pg. 70).

MAGALHÃES — Felipe de — dos fins do século XVI, foi Mestre da Capela da Misericórdia de Lisboa e depois da Capela Real. Conhecem-se dêle — Vilhancicos da Natividade, a 7 vozes.

MELGAÇO ou MELGAZ — Diogo Dias —, alentejano, de Cuba, foi Mestre da Capela da Catedral de Evora; faleceu nesta cidade em 1700. Deixou — Vilhancicos para as Festas de Christo, Nossa Senhora e varios Santos.