Quem te as molas mais frouxas

Quem te as molas maais frouxas
por João Simões Lopes Neto
Publicada originalmente em sua coluna, Balas de estalo, em 24 de setembro de 1888, utilizando o pseudônimo Job Rivotos.


Quem te as molas mais frouxas
— Não digo molas — são malhas
Trate delas: tem batalhas,
Quem tem as molas mais frouxas
— Oh! Trica — por que me ralas
As cousas já andam roxas
Quem tem as molas mais frouxas
Trate delas: tem batalhas.

Ensebe-se o mastro político,
Coloquem lá cima o prêmio:
É alcança-lo (sem laudêmio)
Ensebe-se o mastro político
Carícias, beijos: prêmio
De que ninguém é somítico
Ensebe-se o mastro político,
Coloquem lá cima o prêmio.

Mimosas! quantas zumbaias
Se cruzam pelas calçadas!...
Perito nas barretadas,
Mimosas! quantas zumbaias!
Graciosas chapeladas,
Provocadoras de vaias:
Mimosas! quantas zumbaias,
Se cruzam pelas calçadas!..