Abrir menu principal

Soneto (aniversário de Alexandre R. dos Anjos)

Soneto (aniversário de Alexandre R. dos Anjos)
por Augusto dos Anjos


(Feito no decurso de dois minutos. em homenagem ao aniversário natalício de Alexandre Rodrigues dos Anjos - 28 de abril de 1905.)


Para quem tem na vida compreendido

Toda a grandeza da Fraternidade

O aniversário dum irmão querido

A alma de alegres emoções invade.


Depois quando no irmão estremecido

Fazem aliança o gênio e a probidade,

Atinge o amor um grau nunca atingido

No termômetro santo da Amizade.


O Alexandre dos Anjos merecia

Grandes coroas nesse grande dia,

Tesouros reais, auríferos tesouros...


Terá no entanto indubitavelmente

A admiração do século presente

E a sagração dos séculos vindouros!