Um pedido

Jonia tyranna
Fére o meu peito
Que contrafeito
Vive a gemer,

Deixa que prestes
Teu trovadôr
D’insana dôr
Vá a morrer!

Porém se queres
Que elle viva
Chamma altiva
Vae-lhe acender

Dá-lhe o amor
Porque delira,
E só suspira
Até morrer! —