Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CLXIX

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Da vinda de Monseor de Liam frances aa corte


No anno de mil e quatrocentos e noventa e tres estando el-rey em Torres Vedras, veo ahi hum senhor de França pessoa muy principal e de gram maneira, que se chamava Monseor de Lião; ho qual vinha grandemente acompanhado de muitos fidalgos, gentis homens e muito bem ataviados e outra muita e limpa gente, e muitos servidores com grande aparato de sua mesa, e trazia muito boa capela de muitos e bons cantores tudo como grande senhor. Foy-lhe feito muy honrrado recebimento e el-rey lhe fez muita honrra. E a causa de sua vinda era de sua propia vontade sem nenhũa obrigaçam somente pola grande fama que d' el-rey polo mundo corria de suas vertudes e grandezas; desejou de o ver e servir, e se lhe veo oferecer pera com trezentas lanças o hir servir na guerra d' Africa. Sobre o qual lhe fez hũa pubrica e bem ordenada falla em sala pera ysso ordenada, a que el-rey respondeo como principe muy prudente e com muita honrra e palavras de muito amor muito agardeceo sua vinda e tam bom oferecimento. E em sinal de quanto com ysso folgava o fez com muyta honrra e cerimonia conde de Gazaa que he em Africa, e lhe deu honrrado assentamento, e fez outras grandes merces de ginetes arreados, escravos e prata lavrada, e outras cousas, e assi aos fidalgos que com elle vinham; e lhe tomou pages seus por moços fidalgos a que fazia muy grande favor e mandava muy bem criar. E assi lhe ficaram cantores de sua capella. E dahi de Torres Vedras se despedio d' el-rey com muyto contentamento e assi todos os de sua companhia, e elle com tençam de se fazer prestes pera vir servir el-rey como lhe tinha dito; e por as grandes guerras que logo socederam em França nam pôde vir como levava determinado. E porém de França escrevia muytas vezes a el-rey que o tevesse em lugar de seu criado e que assi o teria sempre quando a seu serviço cumprisse. E destes tinha el-rey em muytas partes que secretamente recebião delle muytas merces e de quem elle recebia muytos avisos bem necessarios a seu serviço e estado e a bem de seus reynos.