Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXLIII

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
De quando el-rey defendeo as mulas


Neste tempo porque el-rey sempre provia as cousas antes d' aver necessidade dellas, e vendo que a liança de Castela com a morte do principe ficava desatada per cima da muita paz e amizade que tinham defendeo que em todos seus reinos nam ouvesse mulla de sela, nem besta que nam fosse de marca, nam quis que perlados nem outro nenhum clerigo podessem andar nelas; e porque muitos abades e clerigos abastados d' Antre Doiro e Minho e de Tra-los-Montes mandaram requerimentos a el-rey que lhe guardasse os privilegios da Igreja e que nam lhe defendessem mulas, senam que apelariam pera o Papa e mandariam sobre ysso a Roma. Como lhe nisso tocaram disse que ele nam queria entender na jordição da Ygreja que as tevessem muito embora; que elle faria o que por sua jordiçam e poder podia fazer. E mandou logo apregoar em todos seus reinos que qualquer ferrador ou homem que ferrasse mula de sela que morresse por isso, e nunca com isto quis dispensar com ninguem. Por onde os clerigos sem terem com que yr nem mandar ao Papa deixaram as mullas e em vida d' el-rey nunca as mais ouve.