Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXXII

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
De como el-rey e o principe foram ver a princesa a Estremoz, e como foram ahi recebidos


E porque el-rey desejava muito de ver a princesa, a quis yr ver a Estremoz aforrado com o principe e alguns principaes do reyno a elle mais aceytos o mesmo dia que ella ahi chegasse. E foram todos vestidos de caminho e pera o tempo, os mais ricos, mais galantes, e escolheitos que podiam ser, com muitos borcados, tellas, e chapados, e ricos forros, e singular pedraria e em estremo ataviados. Chegaram a Estremoz aa ora que a princesa entrava e se foram decer aa casa do duque com quem aquela noite pousaram. E logo a princesa soube como elles ahi eram e a queriam yr ver, e com grande alvoroço, prazer, e alegria nam pôde comer e depressa se levantou da mesa e logo se vestio, e assi suas damas, e mandou concertar suas casas como cumpria. E el-rey e o principe com esses que com eles vinham se foram pera ela, e a princesa os veo esperar em pee no topo de hũa escada, e em el-rey chegando acima ella se pôs en joelhos pera lhe beijar as mãos; e el-rey com muito amor, muy alegre, com muyta cortesia lhas nam quis dar, e com as mãos a alevantou e deu lugar ao principe e ambos com os joelhos em terra se abraçaram, e el-rey posto aa mão esquerda da princesa, e o principe aa dereita, se foram assentar em hum estrado ricamente concertado; e el-rey tendo a princesa polla mão com muito prazer e alegria lhe disse com muyta descriçam e graça, algũas palavras de quanta gloria e contentamento tinha em ver cousa tanto estimada e que seus olhos tanto desejaram ver, e de quam satisfeito e alegre era com sua vista. E a princesa lhe respondeo com palavras de muyta prudencia, honestidade, e descriçam, de que el-rey ficou muy contente por ver que respondiam com a fama que della ja tinha sabida. E acabadas estas falas el-rey ouve por bem que alem do solene recebimento que em Sevilha se fezera per precuraçam do principe elle em pessoa a tornasse ahi a receber por sua molher, como logo recebeo per palavras de presente como manda a Sancta Madre Ygreja de Roma, nas mãos de Dom Jorge da Costa arcebispo de Braga. E acabado ouve ahi muytas danças e festas e depois d' acabadas el-rey e o principe se despediram della e recolheram a casa do duque onde aquella noyte foram muito bem banqueteados, agasalhados e servidos.

E ao outro dia polla menhaã cedo el-rey e ho principe se foram diante a Evora, e a princesa con ho duque, e o bispo d' Evora e de Coimbra, e os condes de Monsanto e Cantanhede, e Rodrigo d' Ilhoa embayxador, se foram ao Moesteyro de Nossa Senhora do Espinheiro onde jaa chegaram de noite; e a ygreja e apousentamentos estava tudo concertado em muito grande perfeiçam. E logo ha quinta-feyra seguinte el-rey e a raynha e o principe com toda a corte e muyto grande triumpho foram ao Moesteyro de Nossa Senhora, e depois que a rainha com grande contentamento, prazer e alegria vio a princesa que ainda nam vira, se vieram todos aa ygreja do dito moesteyro onde pollo arcebispo de Braga lhe foram feitas as benções pola Sancta Madre Ygreja ordenadas, e o arcebispo disse missa solene. E acabada a princesa se despedio delles e se recolheo a seu aposentamento, e el-rey, a raynha e o principe se tornaram com grande estado real aa cidade. E aa sesta-feyra e ao sabado esteve a princesa no dito moesteyro, onde d' el-rey e do principe per suas pessoas foy sempre visitada. E segundo fama antes dela entrar na cidade ali nas casas do moesteyro onde pousava, teve o principe ajuntamento com ella, o que de muitos foy estranhado por ser em casa de Nossa Senhora e de tanta devação. E afirmou-se por muito certo que naquella propia noite cahio da parede da ygreja hũa amea junto da camara donde jouveram, a qual amea até oje nam foy concertada e está assi por memoria que os frades disso fezeram.