Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXXXV

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
De como a princesa partio pera Castella


E acabado assi este solene e triste saymento, el-rey vindo por casas sanctas e devotas fazendo muytas e muy grandes esmollas polla alma do principe, se tornou a Santarem. Onde logo determinou a yda da princesa pera Castella, pera que Dom Anrrique tio d' el-rey, e o bispo de Cordova eram ahi vindos, porque por condiçam do contrato do casamento ella o podia fazer. E com muyta door e sentimento da morte do principe que alli foy renovada e com muyto grande saudade de hũa parte e da outra, a princesa se despedio da raynha com muytas lagrimas e grandes salluços no mes de Setembro. E el-rey foy com ella e assi toda ha corte todos cubertos de burel sem parecer homem de preto salvo el-rey e alguns bispos e clerigos. E a princesa cuberta de almafega e vaso, metida em hũas andas cubertas de burel e as azemolas que as levavam da mesma libree, que era bem desviada das com que ella entrou em Portugal avia tam poucos meses. E a tristeza era em todos tamanha que nam havia outra pratica nem passatempo senam sospiros e lagrimas; que verdadeiramente ver o dia de sua entrada em Evora, e este de sua sayda de Santarem, em tam pouco tempo tamanha deferença, foy cousa de muito espanto e pera nunca esquecer. Chegaram assi aa villa d' Abrantes, onde a princesa esteve tres dias provendo algũas cousas suas que ficavam em Portugal, e d' Abrantes partio el-rey com ella caminho da Ponte do Sor, e dahi a duas leguoas com muytas lagrimas e poucas palavras se despediram ambos. E el-rey se tornou e apartou do caminho soo por hum soveral e foy assi ao longo do caminho sem companhia algũa, e todos ficavão muito tristes polla grandissima tristeza que nelle conheciam. A princesa acompanhada de muitos senhores e fidalgos portugueses foy dormir a Avis e dahi a Olivença, e no estremo dos reynos polo arcebispo de Braga com hũa breve e prudente fala e ao tempo bem conforme que hi fez, entregou a princesa ao mestre de Santiago e a outros senhores de Castella que ahi esperavam por ella. E os portugueses se tornaram, salvo Dom Joam de Meneses governador que fora da casa do principe que com muitos e honrrados fidalgos per mandado d' el-rey sempre a servio e acompanhou atee chegar onde estava el-rey seu pay e a raynha sua mãy que com muito grande tristeza e sentimento a receberam.