Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/LXXIX

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Da cerimonia com que el-rey fez o marquês de Villa Real


E no anno de quatrocentos e oytenta e nove estando el-rey em Beja no primeyro dia de Março com muita honrra e grande solenidade, fez marquês de Villa Real e conde d' Ourem a Dom Pedro de Meneses que era conde de Villa Real, nesta maneira. El-rey estava ricamente vestido em hũa salla armada de rica tapeçaria e dorsel de brocado e sua cadeira real em alto estrado muyto bem alcatifado, e el-rey em pee com a mão posta na cadeyra encostado ao dorsel, e com elle o princepe e o duque e muitos senhores e nobre gente todos vestidos de festa. E o marquês veo de suas pousadas a pee acompanhado de muytos honrrados e nobres fidalgos e com trombetas, e atambores, charamellas, e sacabuxas, e muita gente. E diante delle homens do conselho d' el-rey fidalgos de muyta autoridade. E hum trazia nas mãos o estandarte de suas armas com pontas, e outro hũa sua espada muy rica metida na baynha com ha ponta pera cima alta na mão dereyta, e outro hũa carapuça de seda forrada d' arminhos posta em hum bacio de prata grande lavrado de bastiães. E nesta ordem entrou na salla e foy assi tee chegar ao estrado onde estava el-rey; e depois de feytas suas mesuras os oficiaes fezeram calar a casa. E calada o chançarel-mor Joam Teyxeira fez hũa arenga em linguagem dos louvores d' el-rey, e dos grandes merecimentos do marquês e seus muyto assinados e leaes serviços, e assi dos de que decendia, e declarou que el-rey o fazia novamente marquês de Vila Real e conde d' Ourem. E acabada ha oraçam que foy muyto bem dita el-rey fez chegar o marquez ante si, e tomou ha carapuça do bacio e pos-lha na cabeça; e tomou ha espada e cingio-lha per cima dos vestidos, e da cinta lha tirou nua e com ella lhe cortou as pontas do estandarte e ficou em bandeira quadrada como de principe; e tomou hum anel de hum rico diamante e per sua mão lho meteo em hum dedo da mão esquerda. E acabado ysto o marquês com os joelhos em terra beijou a mão a el-rey e ao principe. E o principe e o duque beijaram a mão a el-rey e assi todolos outros senhores e pessoas principaes que ahi eram. E o marquês foy aquelle dia convidado d' el-rey, e comeo com elle aa mesa que assi era ordenado em a sala ricamente armada com dorsel de brocado e grande bayxella, com todollos oficiaes e ministros e muitas yguoarias tudo em muita perfeiçam. El-rey estava assentado no meo do dorsel, e o principe à mão dereita, e alem do principe o marquês e da outra parte d' el-rey à mão esquerda estava o duque; e assi comeram todos com grande festa. E acabado de comer e el-rey recolhido, o marquês com muita honrra e muito acompanhado de senhores e nobre gente, muitas trombetas, e atambores, charamelas, e sacabuxas se recolheo a suas pousadas. E depoys ouve em casa do marquês muitos dias festas de danças e muy abastados banquetes. E como nobre e grande senhor deu algũas dadivas honrradas aos oficiaes que fizeram seus despachos.