Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/LXXXV

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Do que el-rey disse a Ruy d' Abreu, e a Duarte do Casal


Ruy d' Abreu alcaide-moor d' Elvas era homem que el-rey estimava e fazia muita honrra por ser muito bom cavaleyro e homem de que el-rey confiava; e falando-lhe hum dia Ruy d' Abreu em hum seu requerimento se agravou delle, e el-rey lhe disse: "Ruy d' Abreu, tomay hũa cousa de mim como d' amigo, quando pedirdes merce nam lembreis nenhuns agravos"; que nam se contentava fazer merce aos homens, mas ainda lhe ensinava como a aviam de pedir. E Duarte do Casal era valente homem de sua pessoa, e mandou requerer hũa cousa a el-rey e nam lhe falava nisso; e vindo el-rey hum dia pera comer em Evora na sala o vio e perante muitos o chamou e lhe disse alto: "Duarte do Casal, se vós tendes mãos porque nam tendes lingoa pera me falar pois eu folgo de ouvir quem as tem? Ora pois que tendes mãos tende lingoa"; e estas honrradas palavras lhe disse perante muytos porque era bom cavaleyro.