Abrir menu principal

Wikisource β

Vita Nuova (Ernesto Pires)


Vita Nuova
por Ernesto Pires
Poema publicado em Camões e o amor.

Esta obra há sido completamente validado.

Senhora de minh'alma, a suavidade
Dos teus labios gentis tornou-me á vida;
Tinha a esperança morta e já perdida
E deu-lhe um beijo teu vitalidade.

Passou a dor mimosa da saudade,
Surgiu no oriente a aurora apetecida,
Brotou a flôr, ha muito emmurchecida,
A bella flôr d'alegre mocidade.

Agora canto o sol, as philomelas,
O vasto mar, as lucidas estrellas,
A noite escura e a branca luz da alva.

Lasaro resurgi da terra fria,
Abrindo o olhar já baço á luz do dia...
——E' que um beijo, senhora, tambem salva.