Abrir menu principal

À sombra espessa de um álamo

À sombra espessa de um álamo
por Cruz e Sousa
Poema agrupado posteriormente e publicado em O Livro DerradeiroDispersas


À sombra espessa de um álamo
Quando nasceu-me a paixão,
Crescendo aos beijos do tálamo
À sombra espessa de um álamo
Que de harpas senti, que cálamo
Por dentro do coração
A sombra espessa de um álamo
Quando nasceu-me a paixão.