A Conquista do Ar

A Europa curvou-se ante o Brasil
E clamou Parabéns em meigo tom
Brilhou lá no céu mais uma estrela
Apareceu Santos Dumont.

Salve, estrela da América do Sul
Terra amada do índio audaz, guerreiro!
A glória maior do século vinte
É Santos Dumont, um brasileiro!

O Brasil cada vez mais poderoso
Menos teme o rugido e o ferro do bretão
É forte nos campos e nos mares
E hoje nos ares com seu balão

A conquista do ar que aspirava
A velha Europa, poderosa e viril
Rompendo o véu que a ocultava
Quem ganhou, foi o Brasil

Por isso, o Brasil tão majestoso
Do século tem a glória principal
Gerou no seu seio o grande herói
Que hoje tem um renome universal

Assinalou para sempre o século vinte
O herói que assombrou o mundo inteiro
Mais alto do que as nuvens quase Deus
É Santos Dumont, um brasileiro

Esta obra entrou em domínio público no contexto da Lei 5988/1973, Art. 42, que esteve vigente até junho de 1998.


Nuvola apps important.svg
Caso seja uma obra publicada pela primeira vez entre 1927 e 1977, certamente não estará em domínio público nos Estados Unidos da América