Arte de Grammatica da Lingoa mais Vsada na Costa do Brasil/IV

Dos Nomes. Cap. IIII.


O

S nomes não tem caſos nẽ numeros distinctos

ſaluo vocatiuo, com eſta differença, a ſaber, q̃ os que tem accento na vltima, nada mudão, vt abá, em todos os caſos. Os que o tẽ na penultima perdem a vltima vogal no vocatiuo, vt túba, túb, xérúba, xérúb, vel, xérúp, xéraira, xerair, vel, xérait.

¶ R. T. cõmunicãoſe in fine, pondo t. pro, r. vt in præſenti exemplo, & tambẽ nos verbos, vt aiûr, aiût, mas na coniugação não ſe faz caſo do, t. ſenão, do. r.

¶ Eſte nome, guà, vel, ibià, vel, ibà, ſerue de ſuppoſito vago no plural nas terceiras peſſoas porque não fique a oração ſem ſuppoſto, como quando dizemos , dizem , vão , irão , &c. que no portuguez ſe diz bẽ, qua acrecentãolhe eſte ſuppoſto, vt eygúa , dizem , oçôgua , vão, oçôguàne, irão & ſic ibiá, ibá.

¶ O plural ſe entende pello que ſe trata, ou tambem acrecentandolhe algũs nomes, que ſignificão multidão, como, todos, tantos, quantos, muitos, &c. E eſte vltimo he o vſado pera iſto que he cetâ, & detracto, c. etâ, vt abà, homẽ, ou homẽs, abàeta, homẽs, oca, caſa, l. caſas, ócetà, caſas.


Da compoſição dos Nomes.


O

S nomes ſubſtantiuos ſe compoem, com adiectiuos,

præcedendo ſempre os ſubſtantiuos, & ſetem accento na vltima ficão inteiros, vt mbaécatú, mbaé aĩba, nhungatú, nhúaìba. Se tem accento na penultima, & encontrão cõ vogal perdem a vltima vogal, vt túba ete, tùbetè, pay verdadeiro.

Se encontrão com conſoante perdem toda a vltima ſyllaba, vt túba, catú, túcatû.

Se a conſoante ſeguinte he t. vel ç. com zeura dos que ſe mudão em, r. ſempre ſe perde o, ç. fica como que encontraſe com vogal, vt túba, cetâ, túbetâ, abâ, cetâ, abâetâ.

Subſtantiuos cõ ſubſtantiuos,cõ a meſma mudãça.

1. A primeira de letras ſe compoem de tres maneiras, a primeira ſendo appoſito, & neſta ſempre præcede o nome mais vſado, & vniuerſal, & generico, vt.

Mbaê, couſa KlammerZu.svg Mbaêtatâ, couſa fogo, couſa que he toda fogo.
Tatâ, fogo
Mbaê pirâ, couſa peixe.

Sendo ambos iguaes, ad libitum, vt guirâ iagoára, aue cão, jaguáguiaâ, cão aue. Neſta maneira de appoſito não ſe perde o, t. como conſta do exemplo , mbaêtatâ , porque perdendoſe ſignifica não couſa que he toda fogo : ſenão couſa que tem fogo , mbaêatâ , mbaêtobâ, couſa que he toda roſto, mbaêobâ, couſa que quem roſto tambem pode ſer genitiuo poſſeſsiuo, vt cãoîatâ, por cãoîratâ fogo de vinho, i. com que ſe coze o vinho.

2. A ſegunda, ſe ſignificão materia,ſempre precede à materia, vt jtâ, ferro , pindâ, anzol, jtâpindâ, anzol de ferro, jtavúba, jtâati ̂̑ &c.

3. A terceira, tãbem ſe pode fazer quãdo o præcedẽte he genitiuo, ſe tem accento na penultima, vt , mão, jaguápô, mão de cão, por jaguárapô, óca , caſa , jtâ , eſteo, ócitâ , eſteo de caſa. jaguâra, tobâ, jaguárobâ, ména, marido, tûba, pay, ménúba, ſogro, mendúba, interpoſito d. vt ſupra.

E ainda ſe ſoem compor tendo oprecedente accento na vltima, vt cunumî, minino, téra, nome, cunumîéra, pro cunumîréra, pueri nomen, vſus docebit.

O mais certo he que quando há eſta compoſição de genitiuo poſſeſsiuo, mais quer ſignificar couſa que tem,que o proprio genitiuo, maxime nos que tem o accento na vltima, & o ſegundo ha de perder o, r. vt. Abâ, peſſoa, Tobâ, roſto, Abâobâ, peſſoa que tem roſto, ou algũa particularidade nelle: Abârobâ, propriamente, hominis vultus.

Quando ſe ſignifica algũa idade, ou tempo em que ſe fes algũa couſa, melhor ſe diz ſem, r. vt no exemplo de, cunumî, q̃ quer dizer minino, & idade de minino, xécunumîéra, o nome de minha mininice & ſic de alijs ętatibus, xerecocatûéra, o nome de minha virtude, i. do tẽpo da minha virtude.

¶ Os numerais não chegão mais, que ate numero de quatro, & eſtes cõmummente ſe præpoem ao ſubſtantiuo, vt.

1. Oiepê. Abâ, homẽ, homẽs.
2. Mocóy ̂̑
3. Moçapîr.
4. Oyoirũdîc

Tambem ſe podem poſtpor fazendo diuiſão, vt.

Moçapîr abâ oûr, tres peſſoas vierão.
Mocõi apiâba, dous machos.
Oyepê cunhã, hũa molher, vel.
Apiába mocõy, machos dous.
Cunhã ôyepê, Femea, hũa.

Eſtes addito, a, in fine ficão ordinaes, & tẽ ſeu caſo atraz em todas as peſſoas & numeros, como genitiuo, poſſeſsiuo, vt.

xèmocõya. ſecundus à me.
xemoçapíra, tertius à me.
pero moçapíra, tertius à Petro, vel tertius Petri.
ymoaçapíra, tertius ab eo, vel ab eis.
Abâ mocõya, o ſegundo das peſſoas, &c.

Sic mobîr, quot ymobíra, quotus eorum.

¶ Os præpoſtos que tẽ accento na penultima, ſe ſe poem inteiros tem a meſma ſignificação de ordinaes, vt ára, dia, moçapîr , tres , ára moçapîra, dies tertius.

Se perdem a vltima ſyllaba querem dizer tres, juntos, dous, quatro, vt ámoçapîra tres dias juntos Apiábamoçapîra o terceiro dos homẽs, Apiámocapíra, tres homẽs juntos, poſto que eſtes vltimos tambem podem ſeruir de ordinais.

Se tem accento na vltima os præpoſtos, como não ha de perder nhũa letra ſignifica hũa couſa, & outra, vt Abâmoçapîra, o terceiro dos homẽs, ou homẽ que tem tres em ſy.

¶ Pera ſignificar os outros ordinaes additur eſte vocabulo, çoára, ndoâra, yxoára, que todo he hum no fim doutros nomes, ou præpoſições, que quer dizer, eſtante, ou pertencente, vt Tenondé, diate, Tenondêçoára, o que eſta diante, Taquipoéri ; detras, Taquipoérixoára, o de detraz, &c. , dianteira, Tĩmendoara, o da dianteira.

Nos futuros tambem do ſubiunctiuo ſe poem pera ſignificar, quando, & pera quando, vt xèçóremendoára, o tocante a quando eu fuy.

Præterito, xeçóremendaroéra.
Futuro, xeçóremendaráma, pera quando eu for.

Outras maneiras ha tambem dos verbaes em, ába, mas fique pera o vſo.

¶ Os meſmos nomes, ſeruem por aduerbios, mas na construição ſe conhecem, vt catú, bom, & bem, poxĩ, mao, & mal, & eſtes cõmummẽte ſe poſtpoem, vt Aicócatú, viuo bem, Aicópoxi ̂̑. viuo mal.

Oyepê, hum, & hũa vez.
Mocõy, dous, & duas vezes.
Cetâ, muitos, & muitas vezes.
Mobîr, quantos, & quantas vezes.
, tantos, & tantas vezes.

Eſtes numeraes melhor ſe præpoem, vt oyepêaçó hũa vez fuy.

Os outros aduerbios doutras ſortes, facilmente moſtrão ſua conſtruição pello vſo, com as mais par tes da oração.