Arte de Grammatica da Lingoa mais Vsada na Costa do Brasil/XIII

Dos Actiuos feitos neutros.
Cap. XIII.


O

S verbos actiuos ſe fazem neutros de maneira que depois ſe podem tornar a fazer actiuos com mo, ro, & depois tornar a fazer neutros, & outra vez actiuos, vt,Aimonhâng, Ayemonhâng, Aimo yemonhâng , Ayemonhe monhâng, &c. quanto o vſo do falar o ſoffrer , fazem ſe de tres maneiras.

1. ¶ A primeira com ye, yo, interpoſto , vt ſupra, paſsiuo reciproco.

2. ¶ A ſegunda interpoſto, porô, & ficão abſolutos pertencentes a homẽs ſomente de modo que, poro fique por accuſatiuo humano, vt.

Aimonhâng, faço, Aporomonhâng, faço homẽs, i. generare.

As vezes e collide, o, com a vogal ſeguinte, vt, poroerobiáe, porerobiâr. Eſte verbo, Ajabiquî, que he fazer de mãos ou tratar tar, com as mãos, ſe ſoe applicar a qualquer couſa, ainda q̃ não ſeja humana.Aporobiquî abſolute: ainda que tambem eſte parece ter algũ reſpeito a iſſo, como quẽ diz faço pera homẽs maxime quãdo ſignifica contrectare. Tambem ſe pode vſar dalgũs em ſubiectam materiã reſpectu ſui generis, como dizendo dos brutos poromonhánga generare. Das aues de rapina,poro picíca, capere prædam, ſed hæc rariſsime.

Poró, ſe não tem atras, outra parte , diz morô, vel. mborô, vt ſupra.

Tambem com verbos neutros ſe poem, moro, abſolute & ſempre ſe applica a homẽs, vt, Céma,morocéma ſair de homẽs, & ſomente ſe vſa nos tẽpos q̃ não tẽ articulo,& aſsi o cõmũ he vſarſe ſempre do morô, neſtes verbos neutros, & nomes ſem lhe porẽ ſuppoſto nenhũ, vt, Tíng, branco, morotîng, &; não, xemorotíng, nẽ, ymorotĩg, porq̃ então vſa ſe dos ſimples, vt, ting, morojûb, yjûb, xejúb.

Nos feitos abſolutos de actiuos, ſe poem ſuppoſtos ẽ todas as poſſoas, vt, aporerecô, vel xeporerecô, por que muitos deſtes não tem articulo, vt ſupra, & então, hão de ſer , poro, vt, xeporerobiâr, & ficando abſolutos ſem ſuppoſto tẽ, morô, ſomẽtes.

3. ¶ Quando o accuſatiuo não he ſomẽte tocante á couſas humanas meteſe qualquer nome, & ficão tambem abſolutos, vt, , como, Ambaêú, como couſas, algũa couſa,Apirâú,como peixe, Aicotûc, furo, Anambîcotûc, furo orelhas, Ateçâ cotûc, furo olhos, Ambôcotûc, furo mãos.

Eſtes da terceira maneira pera ſerẽ actiuos ão lhe de exprimir o relatiuo, ç. ou, i. que os nomes tiuerẽ, vt, ypó, eius manus.

Aipócotûc‘ furoulhe a mão, Aipócotûc , Pedro , furo a mão á Pedro, actiuo : tanto monta como dizer, Aicotûcipô, furo eius manum.

Ceçâ, eius oculus,Aceçâcotûc, furo eius oculum,

Aceçâ cotûc Pedro, furo os olhos a Pedro.

Nos que ſerue o t. por abſoluto, & relatiuo, pode em algũs verbos ſeruir o t, por relatiuo , como na quelles de que ſegue algum proueito a, peſſoa patiente, vt, Aimeêng, dou, taìra, filho, Ataímeêng Pedro, dou filho à Pedro, quaſi dicat, faço q̃ tenho filho, dandolhe alguem por filho como fazem os irmãos aos irmãos.

Neſtes meſmos ſe ha de vir dano á peſſoa patiente poemſe, i. por relatiuo , vt, Aitaímeêng, Pedro, actiuo, dou o filho de Pedro a outrem.

E aſsi ſe ha de por, i. relatiuo nos meſmos de, t. onde vem dano, vt, Aitibí nupa ̂̑, açouteilhe o irmão & ſic in cæt.

¶ O meſmo e faz com o relatiuo, i. neſtes verbos de proueito, repetindo o, quando ſe conuertem em dano, vt, Aòba, iaóba, Aiaòmeêng Pedro, dou roupa a Pedro, Aijaòmeêng Pedro, dou a roupa de Pedro a outrem, , roça, icô, eius roça.

Aicomeêng Pedro, dou roça a Pedro.

Aijcomeêng Pedro, dou a roça de Pedro a outrem.

¶ Quando eſtes nomes interpoſtos tem accento na vltima ficãoſe ſempre inteiros, vt, Ambaêú.

Se tem accento na penultima,& encontrão com vogal perdem a vltima vogal, vt, ayoôc, tiro,pîra, pelle, Aipìrôc, tirolhe a pelle.

Se encontrão com conſoante, perde toda a vltima ſyllaba, vt. Aimondôc, Aipímondôc, cortolhe a pelle.

Dos Neutros.

S

E ſe quizer vſar deſte modo de compor nos neutros que tem articulos, ha ſe de perder o articulo vt, Acanhêm, perdeſe, mbaê, couſa.

Xembaê canhêm, ndembaê canhêm , ymbaêcanhêm, perdemſe eius couſas.

Ocirîc, çuguîcirîc, &c. & aſsi ficão com a conjugação dos verbos que não tem articulo com todas ſuas mudanças. Nos verbos que não tem articulo de ſeu ainda he mais vſado.

Neſtes actiuos feitos abſolutos com, mbaê, ou porô, & noutros neutros que tem articulos , ſe ſoe muitas vezes perder o articulo com eſta differença que com o articulo ſignificão acto, & ſem elle, potencia, ou ſciencia, ou inclinação & cuſtume vt, Ambaêcuâb, ſey actu algũa couſa.

Xembaêcuâb, ſou entendido.
Ambaêpotâr, quero actu aliquid,
Xembaêpotâr, ſou querençoſo.
Ambaê moacî, doome de algũa couſa actu.
xembaê moacî, ſou dorido.
Anheêng, falo.
Xenheêng, ſey, ou poſſo falar.
Aitâb, nado actu.
Xeitâb, ſey nadar.
Aporonupã, caſtigado.
Xeporonupã, coſtumo a caſtigar.

Tambem eſta particula, ja, infine, vel yabî , ſignifica eſte cuſtume de fazer algũa couſa muytas vezes aſsi neſtes verbos que não tem articulo, como nos neutros que o tem, vt,

Açôjá, cuſtumo ir muitas vezes,
Xeporonupãjà xeporonupãjabî, acuſtumo a çoutar muitas vezes.
Acanhêmja. cuſtumo fugir a meude.
Dos verbos em, oêr.

D

Eſtes abſolutos, & dos mais neutros, ſe fazem outros, que tem no fim, oer, que ſignificão muita inclinação a hũa couſa, vt. Anheêng, falo, xenheéngixoêr, ſou falador tenho inclinação a falar.

Os acabados em conſoante, ou, i. com accento na penultima fazem, ixoêr, porque depois do, i. ſẽpre ſe ſegue, x, & não, ç. & propter concurſum, vt, Anheêng , xenheengixoêr , Aporopói, xeporopoixoér.

Os acabados em vogal com accento na vltima fazem, çoer, vt, Ajerurê, xeyerureçôer.

Os que tem m. n. til, in vltima cõmumente fazem, ndoêr, porque ſe cõmunica, ç. com zeura cõ, nd. vt ſupra, xenhe moirõdoêr, n ão tem articulos.

E ſobre o çoêr, ſe pode por, ja, l, jabî, vt,xeyemoirõduêriâ, vel,yabî, ſou inclinado á agaſtarme amiude.