Casa do paulista

Casa do paulista
por Chiquinha Gonzaga


Vosmicê diz que sabe tudo
E fica mudo
E assuntano no país
E nos brasis que há três ano
É soberano
Sô dotô Óoxinton Luis

É no fremoso palacete
Do catete
Vosmicê nunca viu a cô
Nem oiô tar frumigueiro
Traiçoeiro
Dos engrossa-aduladô

Pruquê farta um ano e meio
De entremeio
Para o só se arretirá
E lá de Minas choca o ninho
Seu Tonihho
O maió que manda lá

A tar casa é dos paulista
Que têm crista
Vencedô nas ileição
E em caminho virá preste
Dotô Júlio Preste
Que é amigo do chefão

Lá na casa do paulista
Tá na lista
E nenhum bota seu pé
E o mineiro tem seu leite
Que deleite!
Os paulsta têm café

Na sacola dois proveito
Nun dá jeito
E atrapáia de espantá
Pois na casa do paulista
Que tem crista
Um sozinho há de mandá!

BAIANA DOS PASTÉIS

Sou baiana queria dos moços
Na procura não tenho rivais
Quando eu passo por eles eu ouço:
Coração não me diz pra onde vais?
Vou seguindo batendo as chinelas
Que se leve se agregam a meus pés
Vão então se abrindo as janelas
Vou vendendo sem medo os pastéis

Ao comer d'angu saboroso
Com bastante pimenta pra ver
Com bastante pimenta pra ver
Cousa nobre, fina, apetitosa
Com a linguinha de fora a mexer
Com a linguinha de fora a mexer

E a baiana pra Ter freguesia
Dorme cedo e bem antes do sol
Não se pode deixá a Bahia
Da pimenta que esquenta o Farol
Nessa mundo só...me orgulho
Tudo isso foi feito pra mim
Eu não bambo, não faço barulho
Faço...meu Senhor do Bonfim

Se na massa me dizem que acerto
Isso creia que disso não creio
Pois se alguém...de perto
Deste mundo esqueci o recheio
No trabalho não morro de inveja
Sou feliz e é pra todos...
Se não der na ...da igreja
Que forrei com o meu tabuleiro