Abrir menu principal
O Fim do Mundo
por Joaquim Manuel de Macedo
Grafia e realces originais mantidos.


VIII.


Com a retirada do cometa o calôr cessou e foi substituido por um frio horrivel.

Constipei-me ; comecei a espirrar, e senti a mais dolorosa impressão, vendo que não havia alli uma alma caridosa que me dissesse dominus tecum!...

O isolamento é terrivel; aquelles que repetem que antes só do que mal acompanhado nunca se virão como eu isolado e a quatro braças da lua.

Porque eu olhei para cima e vi quasi assentada sobre o meu nariz a lua, que por signal estava cheia e tinha uma cara de bolacha de marinheiro.

O frio redobrava : a néve do Franccioni é brasa ardente em comparação da néve que chovia sobre mim alli ao pé da lua.

De repente cahirão-me as unhas : não me incommodei muito com isso; porque nunca tive idéa de vir a ser thesoureiro ; mas aterrei-me pensando que me podia cahir também o queixo, e um homem de queixo cahido não se póde tolerar, nem mesmo quando é namorado.

Puxei o relogio ; era meio-dia, exactamente a hora dos ensaios do theatro de S. Pedro de Alcantara. A força do habito destruio todas as minhas hesitações ; não pude resistir, parecia-me que me estavão multando por faltar ao ensaio, e atirei-me pelas escadinhas abaixo.

Commetti a incivilidade de não me despedir da lua.

Desci como um raio. É de regra que se desce sempre mais depressa do que se sóbe ; até os ministros de estado conhecem a verdade d'este principio de physica, elles que de ordinario poucas verdades conhecem.