Abrir menu principal


TORTURA ETERNA


Impotencia cruel, ó vã tortura !
Ó Força inutil, anciedade humana !
Ó circulos dantescos da loucura !
Ó luta, ó luta secular, insana !

Que tu não póssas, Alma soberana,
Perpetuamente refulgir na Altura,
Na Alleluia da Luz, na clara Hosanna
Do Sol, cantar, immortalmente pura.