Página:Broqueis.pdf/38



As aves sonorisam-te o caminho...
E as vestes frescas, do mais puro linho
E as rosas brancas dão-te um ar nevado...

No entanto, ó Sonho branco de kermésse!
Nessa alegria em que tu voos, paréce
Que voos infantilmente amortalhado!