Página:Cinematographo.djvu/63


Hontem e hoje
 

 

A

questão palpitante é a reforma do ensino. A ignorancia clamorante da mocidade foi subitamente decretada, e só ha um meio de revogal-a: reformar. A Camara agita-se, os possiveis professores interessam-se, as velhas notabilidades pedagogicas escrevem artigos, escrevem livros, fazem discursos, bradam que é impossivel continuar essa inenarravel miseria.

Outro dia, á noite, encontro um deputado.

— Que ha de novo?

— A reforma da instrução. Venho da casa de um collega, onde estivemos a lêr o esboço do ultimo projecto. E’ severissimo. Desta vez, a coisa vai.

— Então, graças ao céo!

— Mesmo porque é impossivel continuar continuar como está! Nós chegamos a um grau de desmoralização absoluta.