Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/124

116
ESPUMAS FLUCTUANTES

Vires a minha amante
Que volve para mim;
Então ergue-me subito...
É minha aurora linda...
Meu anjo... mais ainda...
É minha amante emfim!

Ó somno! Ó deus noctivago!
Doce influencia amiga!
Genio que a Grecia antiga
Chamava de Morpheu.
Ouve!... E se minhas supplicas
Em breve realizares...
Voto nos teus altares
Minha lyra de Urpheu!


S. Paulo, 12 de Julho de 1868