Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/126

118
ESPUMAS FLUCTUANTES


É o mysterio do espirito... A modestia
É dos talentos — reis a santa purpura...
          Artista, és bello assim...
Este santo pudor é só dos genios!
Tambem o espaço esconde-se entre nevoas.
          E no emtanto é... sem fim!


S. Paulo, Abril de 1863.