Página:O Barao de Lavos (1908).djvu/38

De Roma é claro que a paixão dentro do mesmo sexo alastrou para as colonias. A contaminação era fatal. Soffreu-lhe os effeitos a peninsula hispanica, mórmente no sul e no oeste, aonde mais demorada e mais poderosa foi a influencia ethologica dos romanos. Depois vieram os barbaros do Norte inocular sangue novo no derrancamento crapuloso do imperio. A transfusão foi crudelissima. Operaram, destruindo. Mas por traz da arrogancia bestial da sua arremettida vinha apontando a generosa uncção d’um mundo novo. Aquella tréva apparente mascarava uma alvorada. Elles traziam da penumbra druídica das suas florestas os elementos sociaes que faltavam ao occidente gasto e decrepito: a liberdade pessoal, a sinceridade da crença, a disciplina, o valor, a ordem, a consagração da virtude, o respeito da familia, o amor pela mulher. A regeneração foi prodigiosa. Dos escombros da assolação ergueu-se, — pura, sadía, idealista, ingenua, — a sociedade medieval.

Comtudo, n’esta reparação salutar dos povos latinos o germen morbido resistira, latente. Mais tarde, a civilisação arabe pôl-o a claro; depois, o abuso do monachismo e das expedições nauticas longinquas favoreceram-lhe o desinvolvimento, agora peiorado do apeganho ruim da chronicidade.

Comprehende-se como centenas de homens validos, desviados da labuta habitual da vida e mantidos em contacto reciproco permanente; com a imaginação e a carne fallando alto, excitadamente, na estreita e forçada permanencia a bordo ou na eterna ociosidade da clausura; systematicamente afastados do commercio de