Abrir menu principal

Página:Ultimos Sonetos.pdf/36

30
ULTIMOS SONETOS


Vem revestida em suas negras sêdas
E a martelladas lugubres e tredas
Das Illusões o eterno esquife prega.

E adeus caminhos vãos, mundos risonhos!
Lá vem a loba que devóra os sonhos,
Faminta, absconsa, imponderada, céga!