Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXLVIII

< Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo
Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Do que el-rey disse ao barão sobre hum cavaleiro que fora de seu pay


Hum cavaleyro da casa d' el-rey que se chamava Bras Afonso homem honrrado e de bom saber, que fora criado do barão Dom Joam da Silveyra, pedio por merce a el-rey que lhe desse licença pera comprar hum oficio, e el-rey lhe disse que tinha nisso pejo; apertou ele que pedia por merce a sua alteza que olhasse sua pessoa e seus serviços e sua calidade, e a de quem lhe o oficio vendia, e que veria craramente que aquelle e outro mayor cabia nelle, e el-rey lhe tornou que tinha a isso pejo. Foy-se o Bras Afonsso a Dom Diogo Lobo filho mayor do baram que depoys foy baram, e muito agastado lhe contou o caso, e Dom Diogo foy falar a el-rey, agravando-se de sua alteza negar aquella licença merecendo elle outra cousa mayor e lhe disse bens delle, e el-rey lhe respondeo: "Dom Diogo, nam deyxey de fazer por elle nam ser pera o oficio, mas homem que foy criado de vosso pay e vós nam me falaveis por elle, pareceo-me que seria por sua culpa, e por ser de mao conhecimento, e o yngrato nam pode ser bom homem, mas agora que me vós dizeis que o he e me falais por elle, sam contente de lhe dar a licença, e assi o fezera da primeira se me vós nisso faláreis".