Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/160

152
ESPUMAS FLUCTUANTES


Unidas, bera como os prantos,
Que em parelha descem tantos
Das profundezas do olhar...
Como o suspiro e o desgosto,
Como as covinhas do rosto,
Como as estrellas do mar.

Unidas.. Ai.′quem pudera
N′uma eterna primavera
Viver, qual vive esta Uor.
Juntar as rosas aa vida
Na rama verde e florida,
Na verde rama do amor!

Curralinbo. Março de 170.