Abrir menu principal

Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/163

155
ESPUMAS FLUCTUANTES


A LUIZ


(NO DIA DE SEU NATALÍCIO)

A imaglnaç&o, com o tOo on!«do, aiplra a
principio a eternidade— Depois um pequeno
espaço basta uiu breve para o» deglroçog de
nossas esperanças Uludldas!...

(G<KTnt

Coraoum períume delonginquas plagas
Traz o vento da pátria ao peregrino,
O* meu amigo 1 que saudade infinda
Tu me trazes dos tempos de menino!

É o ledo enxame de subtis abelhas
Que vem lembrar áflor o mel d′aurora...
Acres perfumes de uma idade ardente
Quando o lábio sorri... mas nunca chora′■