Abrir menu principal

Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/87


PEDRO IVO


Sonhava nesta geração bastarda,
     Glorias e liberdade!...
.......................................
Era um leão sangrento, que rugia
Da glória nos clarins se embriagava,
E vossa gente pallida recuava,
     Quando ele aparecia.

(Alvares de Azevedo)


I

Rebramam os ventos... Da negra tormenta
Nos montes de nuvens galopa o corsel...
Relincha... troveja... galgando no espaço
Mil raios desperta co'as patas revel.

É noite de horrores... nas grunas celestes,
Nas naves ethereas o vento gemeu...
E os astros fugiram, qual bando de garças
Das aguas revoltas do lago do céo.