Peregrinaçam/XXVIII


MOrto eſte deſauenturado Rey de Aarù da maneyra que tenho dito, & toda a ſua gente desbaratada, logo a cidade & o reyno todo foy tomado muyto facilmente, & o Heredim Mafamede general da frota, repairou, & fortificou a tranqueira de todo o neceſſario á ſegurança do mais que tinhae,gaanhado. E deixando nella oitocentos homẽs dos milhores da armada, & por Capitão delles hum Mouro Luſaõ, por nome Çapetù de Raja, ſe partio com todo o mais pelo da gente para o Achem, onde ſe diſſe que o tyranno Rey lhe fizera muyto ſobejas honras, pelo bom ſuceſſo de aquella empreſa, porque ſendo antes (como ja ſe diſſe) ſomente Gouernador & Bendara do reyno de Baarros, lhe deu titolo de Rey, & ſe chamou daly por diante Soltão de Baarròs, que he o proprio nome de Rey entre os Mouros. A Raynha de Aarù (que todo eſte tempo eſtiuera metida no mato daly ſete legoas, para onde ſe recolhera, como atras fica dito) ſendo daly a algũs dias certificada da morte del Rey ſeu marido, & de tudo o mais que ſocedera neſte triſte caſo, ſe quiſera logo aly queimar, porque aſsi lho tinha prometido em vida, & confirmado cõ juramento, porem os feus lho não conſentiraõ, perſuadindolhe com muytas rezoẽs que o não fizeſſe, ao que ella, deſpois de conceder no que lhe pedião, reſpondeo, affirmouos em ley de verdade, que nem eſſas razoẽs que me dais, nem o que com ellas me podes diante, nem eſſas boas palauras com que enfeitais eſſe bom zelo de leais vaſſallos, puderaõ ſer baſtantes para me deſuiarem de tão ſanto propoſito como eſte que a meu Rey & ſenhor tinha prometido, ſe Deos neſta alma me não dera a ſentir que cõ minha vida auia de vingar a ſua morte, pelo ſangue do qual juro diante de todos vofoutros, que em quanto eu for viua buſcarey ſempre todos os meyos poſsiueis para o fazer, & por eſta cauſa chegarey a tanto eſtremo, que mil vezes me farey Chriſtam ſe for neceſſario para alcançar em minha vida iſto que tanto deſejo. Com eſte feruor, ſem fazer mais detença, ſe pòs em hum Alifante, & acõpanhada de trezentos dos ſeus que aly tinha comſigo para ſua guarda; & de outros muytos que deſpois ſe lhe ajuntaraõ, com que fez hum corpo de ſetecentos homẽs, ſe veyo com elles para a cidade, com determinacaõ de lhe pòr o fogo, porque os inimigos a não lograſſem, & achãdo nella obra de quatrocentos Achẽs occupados no deſpojo dalgum pouco fato q̃ ainda nella auia, incitando os ſeus a ſe fazerem amoucos, & trazendolhes à memoria com muytas lagrimas, a obrigacaõ que para iſſo tinhaõ, cometeo os inimigos tão esforçadamente, que dos quatrocentos ſe affirmou deſpois em Malaca que não eſcapara nenhũ. E vendo ella que para o mais que deſejaua de fazer não era poderoſa, ſe tornou a recolher ao mato, dõde em ſòs vinte dias q̃ ahy mais eſteue lhe fez tanta guerra, & os ſalteou por tantas vezes no tomar da agoa & lenha, & outras couſas de que tinhaõ neceſsidade, que não ouſauão ja nenhũs a ſayr ſora, nem ſe prouerem do neceſſario, & ſe fora poſsiuel continuarlhe eſta guerra mais outros vinte dias, a fome os ouuera de fazer entregar inda que não quiſeraõ, mas como as chuuas eraõ continuas por cauſa do clima, & a terra em ſy era brejoſa & alagadiça, & as frutas do mato de que ſe ſuſtentauão eraõ ja todas podres, & a mayor parte da gente eſtaua doente & ſem remedio, lhe foy forçado à Raynha paſſarſe para hũ rio que eſtaua daly cinco legoas, que ſe chamaua Minhaçumbaa, no qual ſe embarcou em dezafſeis embarcaçoẽs de remo que ahy pode ajuntar, em que auia algũs paroos de peſcadores, & nellas ſe veyo ter a Malaca, parecendolhe que vindo ella em peſſoa, ſe lhe não negaria couſa de quantas pidiſſe.