Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CLXXV

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Da merce que el-rey fez a Nuno Fernandez escrivão da camara de Lixboa


El-rey tinha Nuno Fernandez cavaleyro de sua casa em boa conta, e fiava delle e o mandava com hum negocio a el-rey de Fez pera laa andar algũus dias; e o principal fundamento era pera lhe ver bem Feez, e os muros e sitio e quão forte era. E sendo laa vagou cá o escrivão da camara de Lixboa, que rende quatrocentos mil reaes, e pedindo-lho muitos el-rey o não quis dar. E quando Nuno Fernandez veo e lhe beyjou a mão el-rey lhe disse: "Bem achastes toda vossa casa que eu tinha cuidado de mandar saber como estava, e em quanto laa andastes vagou cá o oficio d' escrivam da camara de Lixboa que he honrrado e de muito proveyto, e por isso o goardey pera vós. Manday fazer ha carta delle".

E desta maneira deu ho oficio de veador de sua Fazenda a Dom Alvoro de Crasto sendo em Jerusalem. E ao bispo do Algarve que ora he deu o bispado de Lamego e ho oficio de regedor da Casa da Sopricaçam estando em Roma; e assi outros muitos desta maneira sem lhos pedirem nem saberem disso parte, que era cousa que muito contentamento dava aos homens e grande desejo de o servirem pois estando tam longe delle e sem requerimentos lhe fazia merces e honrra; e isto fazia polo livro das lembranças que tinha feyto em segredo.