Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXXV

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Do outro banquete que el-rey deu na sala da madeira


E assi se fezeram muitas e grandes festas todos os dias e noytes atee domingo cinco dias de Dezembro em que ouve outro segundo banquete na dita sala da madeira de muytas mais envenções, abastança, e gentileza, e de muito mais policias e muito melhor servido que ho primeiro. E era cousa fermosa pera ver as mesas como estavam ordenadas, que em cada hũa avia tres grandes bacios de ygoarias cubertos, e em cima dos dous dos cabos estavam tendas de damasco branco e roxo que eram as cores da princesa; as tendas eram borladas e muyto galantes com muitas bandeyrinhas douradas, e eram grandes de dez covados cada hũa; e na ygoaria do meo estava hum castello feyto como tribolo feito de madeyra sotil e pano de tafetaa dourado, com tantos chapiteos e bandeiras tudo dourado, que era muito fermosa cousa e de muyto custo. E em entrando na sala estavam as mesas tam fermosas e tam guerreyras, que eram muyto pera folguar de ver e cousa nova que ainda se nam vira, e has tendas eram por todas trinta, e hos castellos quatorze. E el-rey, e a raynha, o principe, e ha princesa vieram, e se assentaram aa mesa, e com elles ho duque, e ho senhor Dom Jorge, e Rodrigo d' Ilhoa como dantes, e assi aas outras mesas has mesmas pessoas que no outro banquete vieram. Tanto que todos foram assentados, os moços da camara que tinham carrego das mesas, tiraram as tendas e as tomaram pera si; e os castellos por serem tamanhos que nam cabiam debaixo das mesas, hos davam a pessoas que os pediam pera moesteyros e ygrejas, em que estiveram muyto tempo pendurados e pareciam muito bem. Começaram a comer, e por ha infinidade das ygoarias, manjares, conservas e fruitas, que foy como consoada durou muyto grande espaço; e acabado ouve muytos e ricos momos e muy singulares antremeses, cada vez com mays riqueza, gentileza, e melhores envenções que duraram até acerca da menhaã. Cousa que se se ouvesse d' escrever meudamente como foy pareceria fabula d' Amadis ou Esprandiam. E destes dous banquetes foy veador e ordenador Fernam Lourenço feitor da Casa da Mina que foy nisso muito polido e abastado. E na sala da madeira nestes dous banquetes, e assi nos outros dias dos momos qualquer homem que ahi vinha rebuçado com touca era logo pollos mestres-salas e porteiros-mores muy bem agasalhado onde bem via tudo; ysto tinha el-rey mandado porque eram ahi muitos grandes senhores de Castella desconhecidos a ver as festas, os quaes todos foram muyto bem agasalhados. E toda a gente da corte e da cidade que estava em pee antre has grades que era muita todos comiam do que se tirava das mesas que era em tanta avondança, que muyto mais era o que sobejava que o que se comia e por ysso nam avia pessoa que deytasse mão de cousa algũa nem fizesse mao ensino, e tambem pollos muitos oficiaes que nisso traziam tento, e pollo castigo que sabiam que aviam d' aver se o fizessem, e mais sobejando tudo a todos. Que certo foy em tanta abastança, e tanta perfeiçam, tanta honrra, tanto estado, quanto no mundo podia ser.

E neste tempo até o Natal em que os justadores se ensayavam e aparelhavam as cousas pera a justa, ouve na praça da cidade e no terreiro dos paços muitas vezes muitos touros com muitos galantes a eles e ricos jogos de canas e muytos momos, e serãos, musicas, e festas sem nunca cessarem; e assi ouve justas de muito bons justadores detras de Sam Dominguos a caram do muro, a que el-rey e ho principe foram. E os paços erão todos armados de ricos brocados e veludos cramesins e ricas tapeçarias com riquissimas camas tudo em muita perfeiçam.