Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/CXXVII

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Dos ricos momos que el-rey fez na sala da madeira pera desafiar a justa


E logo a terça-feira seguinte ouve na sala da madeira muito excelentes e singullares momos reaes, tantos, tam ricos e galantes com tanta novidade e deferenças d' antremeses que creo que nunca outros taes foram vistos. Antre os quaes el-rey entrou primeiro pera desafiar a justa que avia de manter com envençam e nome do Cavaleiro do Cirne; e veo com tanta riqueza e galantaria quanta no mundo podia ser. Entrou pollas portas da salla com nove batees grandes em cada hum seu mantedor, e os batees metidos em ondas do mar feytas de pano de linho e pintadas de maneira que parecia agoa; com grande estrondo d' artelharia que tirava, e trombetas, atabales, e menistres altos que tangiam, e com muitas gritas e alvoroços de muitos apitos de mestres, contramestres e marinheiros vestidos de brocados e sedas com trajos d' alemães; e os batees cheos de tochas e muitas vellas douradas acesas com toldos de brocado e muitas e ricas bandeiras. E assi vinha hũa nao aa vela cousa espantosa, com muitos homens dentro e muytas bombardas sem ninguem ver o arteficio como andava que era cousa maravilhosa. O toldo e toldos das gaveas de brocado, e has vellas de tafetaa branco e roxo, a cordoalha d' ouro e seda e as ancoras douradas, e assi a nao como batees com muitas velas de cera douradas todas acesas; e has bandeyras e estandartes eram das armas d' el-rey e da princesa todos de damasco e douradas. E vinham diante do batel d' el-rey que era o primeyro sobre as ondas hum muyto grande e fermoso cirne com as penas brancas e douradas, e apos elle na proa do batel, vinha o seu cavaleyro em pee armado de ricas armas e guiado delle, e em nome d' el-rey sayo com sua falla e em joelhos deu aa princesa hum breve conforme a sua tençam, que era querê-la servir nas festas de seu casamento, e sobre concrusam de amores desafiou pera justas d' armas com oyto mantedores a todos os que o contrayro quisessem combater. E por rey d' armas, trombetas e officiaes pera ysso ordenados, se pubricou em alta voz o breve e desafio com as condições das justas e grados dellas, assi para o que mais galante viesse aa tea, como pera quem melhor justase.

E acabado hos batees botaram pranchas fora e sayo el-rey com seus requissimos momos, e a nao e batees que enchiam toda a sala se sayram com grandes gritos e estrondo d' artelharias, trombetas, atabales, charamelas, e sacabuxas que parecia que a sala tremia e queria cair em terra. El-rey dançou com a princesa, e os seus mantedores com damas que tomaram. E logo veo o duque com fidalgos de sua casa com outros riquissimos momos. E veo outro entremes muyto grande em que vinham muitos momos metidos em hũa fortaleza antre hũa rocha e mata de muitas verdes arbores, e dous grandes salvajens aa porta, com os quaes hum homem d' armas pelejou e desbaratou, e cortou hũas cadeyas e cadeados que tinham cerradas as portas do castello, que logo foram abertas, e por hũa ponte levadiça sayram muitos e muy ricos momos; e em se abrindo as portas sayram de dentro tantas perdizes vivas e outras aves, que toda a sala foy posta en revolta e chea d' aves que andavam voando per ela atee que as tomavam. E saydo este grande e custoso entremes, veo outro em que vinham vinte fidalgos todos em trajos de peregrinos com bordões dourados nas mãos e grandes ramaes de contas douradas ao pescoço, e seus chapeos com muitas ymagens, todos com manteos que os cobriam até o joelho de brocados e per cima com remendos de veludo e cetim; e dado seu breve deytaram os manteos, bordões, contas, e chapeos no chão, e ficaram ricamente vestidos todos de rica chaparia; e os manteos e todo o mais tomavam moços da camara e reposteyros e chocarreyros quem mais podia, e valiam muito que cada manteo tinha muytos covados de brocado. E assi vieram outros muitos e ricos momos, que nam digo com singulares entremeses, riquezas, galantaria, e muitos com palavras e envençoẽs d' ardideza aceitavam o desafio com as mesmas condiçoẽs, e dançaram todos atee antemenhã; e foy tamanha festa que se nam fora vista de muytos que ao presente sam vivos eu a nam ousara d' escrever.

E aa quarta-feyra o principe e a princesa com muita pompa e grande estado se foram apousentar no meo da praça, e tambem a rainha que andava mal sentida pera dahi verem as justas. E aa tarde partio el-rey de seus paços, e foy tomar a tea com tanta realeza, e tantas novidades, e cerimonias de grandeza como nunca outra se vio tomar. El-rey com seus mantedores foy decer aa fortaleza jaa de noyte onde todos cearam com elle em mesas junto da sua; e todos dormião no castello e comiam com elle, e dentro tinhão suas armas e muytos cavallos sempre selados e elles armados a giros, pera que em vindo o aventureyro tanto que o facho fosse derribado sayssem com muita deligencia sem detença algũa; e assi se fazia e fez em quanto as justas duraram.