Abrir menu principal
Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
De como d' Abrantes el-rey partio pera São Domingos da Queimada e a outras partes


E na fim de Setembro deste ãno el-rey com a rainha e o principe e o senhor Dom Manoel se partio d' Abrantes, e o duque de Viseu por ser mal sentido ficou em Tomar. E foram em romaria a Sam Domingos da Queimada que he junto da cidade de Lamego, com grande devaçam pedir-lhe que por seus merecimentos Deos lhe desse filhos dantre ambos que el-rey muyto desejava e lhe levaram ricas ofertas que lhe ofereceram. E de Lamego se tornou a raynha a Viseu e dahi se foi à cidade do Porto. E el-rey foy a Vila Real e a Bragança e alguns outros lugares de Tra-los-Montes, e Antre Douro e Minho em que ainda nam fora, correndo montes reaes, e provendo alguns repayros de fortalezas, e assi cousas de justiça que compriam. E tornou-se ao Porto onde o a raynha com o principe estava esperando; e por virem grandes invernos esteveram ahi até Janeyro do ãno seguinte de oytenta e quatro, e do Porto se vieram a Aveyro onde estava a infanta Dona Joana yrmã d' el-rey, a quem ele e a raynha falaram em casamento com o duque de Viseu yrmão da raynha. E por sua má ventura se nam concertou porque se entam se acabara, ficara muyto contente e tevera mayor amor a el-rey e nam ousaram de lhe danar a vontade como fezeram donde se seguio sua morte como logo se diraa. E d' Aveyro se veo el-rey com a raynha e o principe a Santarem onde logo veo o duque de Viseu que ficara em Tomar. E passada a Pascoa se fezeram de dia e de noite muitas festas de touros, canas e danças tudo em muyta perfeyçam e com grandes festas.