Abrir menu principal

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo/XLV

Vida e Feitos D' El-Rey Dom João Segundo por Garcia de Resende
Do que alguns senhores cometerão a el-rey sobre ho caso do duque


Alguns grandes e senhores do reyno que na corte eram presentes, praticando antre si sobre este caso, doendo-se da destruyção e queda do duque e por escusarem sua morte, todos juntos pediram por merce a el-rey que lhe quisesse dar a vida, e que por segurança do que a seu serviço cumpria, e ho duque dahi em diante sempre bem e lealmente ho servisse, ouvesse sua alteza a seu poder todas suas fortalezas, e mais as suas delles mesmos, as quaes em vida do duque fossem sempre em seu poder e el-rey has desse de sua mão. E porque ao tempo que ysto lhe cometeram nam tinha ainda recado algum da entrega das fortalezas do duque que eram na comarca d' Antre Doiro e Minho e de Tra-los-Montes, em que tinha muyta duvida e receo, mostrou que lhe parecia bem o partido e que avia prazer de lho cometerem e de entender nelle; ysto com fundamento que se algũas das ditas fortalezas revelassem a sua obediencia ou sobesse que em Castela se fazia sobre este caso algũa revolta, aceitar ho dito partido e com elle feyto mandar soltar o duque mostrando que aquella fora sempre sua vontade. Mas como foy certo da entrega de todalas fortalezas e assi de em Castella se nam fazer cousa algũa e estar tudo assossegado, escusou-se do dito partido e requerimento, e como seguro e descansado dos receos que tinha, mandou logo que o caso do duque se visse e determinasse per justiça.