Abrir menu principal

Página:Phalenas.pdf/28

– 26 –

Pobre Carlota! o intenso desespero
Enche de intenso horror o horror da morte.
Viuva da razão, nem já te cabe
     A illusão da esperança.
Feliz, feliz, ao menos, se te resta,
     Nos macerados olhos,
O derradeiro bem: — algumas lagrimas!